Depois de quatorze anos governando o país, o maior partido de esquerda brasileiro foi arrancado do poder em 2016, num processo de impeachment considerado por muitos um "golpe de estado branco". O processo atingiu em cheio os partidos e movimentos sociais de esquerda e os colocaram na linha de fogo do conservadorismo. E agora? Como vão se colocar estes grupos a partir deste momento? O que estão pensando e escrevendo os intelectuais e artistas? Esquerda em Transe é uma ópera cinematográfica, uma versão musical dos acontecimentos que abalaram o país e a esquerda em 2016.

Dirigido por Renato Tapajós
Produzido por Coraci Ruiz, Hidalgo Romero e Julio Matos

Produção Executiva: Julio Matos e Marcelo Félix
Direção de Fotografia: Coraci Ruiz
Montagem e Roteiro: Hidalgo Romero
Trilha Sonora e Edição Musical: Embolex (Fernão Ciampa, Érico Theobaldo, Pedro Angeli e Rafael Cerqueira)
Colaboração Criativa: Marema Valadão
Direção de Produção, Som Direto e Coordenação de Finalização: Julio Matos
Produção de Base: Marcelo Félix
Produção de Campo: Alexandre Machado
Pesquisa Iconográfica: Isabela Moura
Design Gráfico: Arthur Amaral
Assistência de Montagem: Lucas Reitano
Estagiária de Produção: Bruna Schroeder e Ana Luíza Fretta Barros

39 Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano