My Items

I'm a title. ​Click here to edit me.

Pluma Forte

Pluma Forte

Doc-poema de Coraci Ruiz, 13 min, 2019. Pluma Forte é um doc-poema sobre o corpo da mulher: dissidente, desejante, desviado, empoderado, suado, latejante, sobrevivente. Em cena, quatro artistas que desafiam os padrões, subvertem as normas e poetizam seus corpos em atos de resistência e transgressão. FICHA TÉCNICA Direção e Fotografia: Coraci Ruiz
Produção Executiva: Julio Matos e Marcinho Zolá
Roteiro: Coraci Ruiz e Luiza Fagá
Montagem: Luiza Fagá
Trilha Sonora Original: Ieda Cruz, Tami Belfer e Thiago Liguori
Produção: Bruna Schroeder
Som Direto e Coordenação de Pós-produção: Julio Matos
Produção de Campo: Daniel Salvi e Bruna Schroeder
Assistência de Edição: Lucas Lazarini
Colorista: Tobias Rezende
Desenho de som e mixagem: Olívia Fiusa
Ilustração e Arte Gráfica: Diana Helene
Estagiário de finalização: Guilherme Augusto
Estagiária de produção: Larah Camargo
Estagiária de contabilidade: Jéssica Isidoro Com:
Diana Helene
Regina Santos
Fernanda Magalhães
Camila Godoi
e
Banda Clandestinas:
Alline Lola
Aline Maria
Camila Godoi
Natalia Benite PRÊMIOS E EXIBIÇÕES 30° Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo - Curta Kinoforum - Brasil 17th Zinegoak, International LGTB Film and Performing Arts Festival - Bilbao, Espanha VIII Mostra Internacional Audiovisual do Curta O Gênero 2019 - Brasil IV Encontro Intercontinental e Intergaláctico de Performance - BURACO NEGRO - Brasil 12° OMOVIES Film Festival 2019 - International Festival of LGBT Film - Itália 17° Festival Internacional de Cine LGBTI “El Lugar Sin Límites” - Equador 22nd FanCineGay, the International LGBT Film Festival of Extremadura - Espanha 13th Vox Feminae Film Festival - Croácia Festival de Escuelas de Cine con Perspectiva de Género - Argentina 10° Curtas em Flagrante - Portugal 20° FEIA - Festival dos Estudantes do Instituto de Artes da Unicamp - Brasil 15° Festival Internacional de cine LesBiGayTrans de Paraguay 4° Crossing The Screen - Inglaterra 8° La otra Banqueta - Guatemala 8° CINECIPÓ - Festival de Cinema Insurgente - Brasil 3º Fem Tour Truck 2020 - festival Internacional e itinerante de video-arte feminista Mostra Competitiva do 3º Filma Bauru - Brasil Mostra de filmes do II Encontro de Cinema do Interior Paulista 2020 - Brasil Mostra de filmes do UNICAMP QUEER 2020 - Brasil 4º Encontro Fazendo e Desfazendo Gênero na ECA (2020) - Brasil 5ª Elas Fazem Cinema: Mostra de filmes dirigidos por mulheres da UFG - Goiás - Brasil IV Simpósio de Gênero e Sexualidade: Gêneros, sexualidades e conservadorismos: a política dos corpos, os sujeitos e a disputa pela hegemonia dos sentidos culturais - Brasil 3ª Edição do Simpósio Internacional do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena: REPENSANDO MITOS CONTEMPORÂNEOS - Brasil

Limiar

Limiar

Documentário de Coraci Ruiz, 77 min. “Limiar” é um documentário autobiográfico realizado por uma mãe que acompanha a transição de gênero de seu filho adolescente: entre 2016 e 2019 ela o entrevista, captando as diversas fases atravessadas com todos os conflitos, certezas e incertezas que o perpassam numa busca profunda por sua identidade. Ao mesmo tempo a mãe, revelada por detrás da câmera por meio de sua voz que conversa com o filho e por meio de uma narração em primeira pessoa em off, passa ela mesma por um processo de transformação exigido pela situação que a vida lhe apresenta - romper antigos paradigmas próprios de sua geração, enfrentar medos e desmontar preconceitos. SELECIONADO: ROUGH CUT LAB do DOC SP 2019 (tutoria de Cristina Amaral)
SELECIONADO: LAB de Impacto Good Pitch Brasil do DOC SP 2019
SELECIONADO: Rodadas de Negócios do DOC SP 2019 – Prêmio DOC Montevidéu
SELECIONADO: GOOD PITCH BRASIL
SELECIONADO: DOC MONTEVIDÉU FICHA TÉCNICA Direção e Fotografia: Coraci Ruiz Roteiro: Coraci Ruiz e Luiza Fagá Produção Executiva: Julio Matos Montagem: Luiza Fagá Texto da narração: Coraci Ruiz, Luiza Fagá e Julio Matos Trilha Sonora Original: Natália Mallo Desenho de som e mixagem: Guile Martins Consultoria de Roteiro: Cristina Amaral (DOCSP 2019) Coordenação de pesquisa: Gilberto Alexandre Sobrinho Produção de Distribuição de Impacto: Rodrigo Diaz Diaz Coordenação de Pós-produção: Lucas Lazzarini Colorista: Tobias Rezende Assistente de edição: Gui Augusta

TERRITÓRIOS MARGINAIS

TERRITÓRIOS MARGINAIS

Documentário de Julio Matos, 28 min, 2019. A rua é o lugar de tudo que não tem lugar na cidade. Através de uma troca de vídeo-cartas, pessoas em situação de rua em Campinas (SP) e Niterói (RJ) conversam sobre suas histórias de vida e mostram seus desafios cotidianos, em um diálogo atravessado por muitos sentidos. FICHA TÉCNICA Realização: Fiocruz Vídeo
Distribuição: Videosaúde - Distribuidora da Fiocruz Vídeo e Editora Fiocruz Direção e Roteiro: Julio Matos
Direção de Fotografia: Coraci Ruiz
Montagem: Manoela Ziggiatti e Julio Matos
Coordenador de Pesquisa: Sérgio Carvalho
Pesquisa: Cathana Freitas de Oliveira e Luana Marçon
Produção Executiva: Marcinho Zolá
Produção: Bruna Schroeder
Produção de Campo: Bruna Schroeder e Alexandre Machado
Estágio de Produção: Larah Camargo
Assistência de Montagem: Gui Augusta
Edição das Vídeo-Cartas: Lucas Lazarini
Som Direto: Isadora Torres e Alexandre Machado
Trilha Sonora, Desenho de Som e Mixagem: Gui Augusta
Produtor de Finalização: Marcelo Félix
Finalização: Lucas Lazarini
Correção de Cor: Tobias Rezende
Música Final: Banda Mukama (Thiago Carvalho, Carol Baeta e Celso Lima)
Entrevistados:

Redutores de danos
Thiago Carvalho - Campinas (SP)
Phillipe Rocha Silva - Niterói (RJ)

Pessoas em situação de rua - Campinas (SP)
Layla de Oliveira
Danilo Laudino Pereira
Bianca Fricke
Daiana Peres
Luis Marcelo da Rosa
Ronaldo Serra Funal
Rogério Alves Pacheco
Iuri Augusto Siqueira
Juliano Fernando dos Santos
Clovis Alves da Silva Pessoas em situação de rua - Niterói (RJ)
Andréa de Sousa Matheus Gomes
Amanda Santana dos Santos
Cleyton Lucas Gonçalves
José Antônio Pereira da Silva (Baiano)
Renilson da Conceição
Marcos Eduardo Filipe
Matheus Vasconcelos da Silva
Mateus Alexandre de Oliveira dos Santos
Emanuel David Deres Rios de Figueiredo
Rogério Quintanilha
Estefani Mendes da Silva

Parceria:
Coletivo Conexões: Políticas da Subjetividade e Saúde Coletiva (Unicamp) - Orientação: Sérgio Carvalho. Pesquisadores: Cathana Freitas de Oliveira, Luana Marçon, Henrique Sater de Andrade, Jonathas Justino, Thiago Lusvardi, Thais Dias.

Apoio:
Consultório na Rua de Campinas (SP) / Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira - Coordenação: Alcyone Januzzi
Equipe Consultório na Rua Niterói (RJ) - Coordenação: Alexandre Trino
FIOTEC - Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde

Partilha

Partilha

De Coraci Ruiz e Julio Matos, 13′, 2019. Na vila de Caetanos de Cima, no litoral do Ceará, pescadores aguardam a chegada dos barcos. A noite é de lua cheia e a espera é longa. FICHA TÉCNICA Direção: Coraci Ruiz e Julio Matos
Fotografia: Coraci Ruiz
Roteiro e Montagem: Julio Matos
Produção Executiva: Julio Matos e Marcinho Zolá
Produção: Bruna Schroeder
Coordenação de Pós-produção: Julio Matos
Assistência de Edição: Lucas Lazarini
Colorista: Tobias Rezende
Desenho de som e Mixagem: Guilherme Augusto
Ilustração e Arte Gráfica: Xilomóvel
Estagiária de produção: Larah Camargo Com: Francisco Valyres de Souza

Chão de Fábrica – filme

Chão de Fábrica – filme

Documentário dirigido por Renato Tapajós e Hidalgo Romero, 90 minutos, 2019 Narrado pelo ator José de Abreu, Chão de Fábrica é baseado na série de mesmo nome, feita para televisão em 13 episódios sobre a história do Novo Sindicalismo brasileiro. A partir de uma linguagem clara e objetiva, o filme apresenta um panorama histórico sobre as lutas sindicais e políticas dos trabalhadores, fazendo uma ponte com o contexto histórico que o Brasil enfrenta nos dias atuais. FICHA TÉCNICA Direção: Renato Tapajós e Hidalgo Romero Narração: Zé de Abreu Roteiro: Hidalgo Romero Produção Executiva: Hidalgo Romero e Julio Matos Direção de Fotografia: Coraci Ruiz Montagem: André Francioli Consultoria: Samuel Souza Colaboração criativa: Marema Valadão Pesquisa: Isabela Moura Trilha sonora: João Arruda e Marcelo Falleiros Produção de base: Marcelo Felix e Bruna Schroder Produção de campo: Alexandre Machado Som direto: Julio Matos Assistência de montagem, animação still e masterização: Lucas Lazarini Desenho de som e mixagem: Guilherme Fiorentini Colorização: Tobias Rezende Assessoria de comunicação: Lucas Sequinato Estagiárias: Marília Dutra e Jéssica Isidoro Arte Gráfica: Arthur Amaral Arte Gráfica Título: OKA Design

A mulher da casa do arco-íris

A mulher da casa do arco-íris

Um curta-metragem dirigido por Gilberto Alexandre Sobrinho. O curta conta a história de Mãe Dango, sacerdotisa do Candomblé Angola. Sua trajetória é marcada pela ancestralidade herdada de seu pai, que lhe passou os ensinamentos da cultura bantu, e atravessada por episódios de superação e conquistas diante do racismo violento do país. A Casa do Arco-Íris, que ela define como um quilombo, abriga todos os seus filhos e é onde se cultuam os inquices. Ali se constrói mais um capítulo da história da resistência negra no Brasil. FICHA TÉCNICA Direção e Roteiro: Gilberto Alexandre Sobrinho Co-direção e Pesquisa: Gracia Navarro Assistência de Direção: Alessandro Oliveira Produção Executiva: Julio Matos e Marcelo Félix Direção de Produção: Julio Matos Fotografia: Coraci Ruiz e Felipe Bonfim Produção de Campo: Letizia Nicoli e Alexandre Machado Montagem: Coraci Ruiz Assistência de Montagem: Lucas Reitano Coordenação de Finalização: Julio Matos Trilha Sonora e edição de som: Víctor Negri Mixagem: Alexandre Jardim (CTAV) e Olivia Fiusa Correção de Cor: Isabela Moura Arte: Cláudia Kfouri Design Gráfico: Arthur Amaral Estagiários de Produção: Bruna Schroder e Ana Luiza Fretta Estagiário de Edição: Lucas Lazzarini PRÊMIOS E EXIBIÇÕES Leeds International Film Festival 2017 Feverestival 2018 6º FESTIVAL DE CINEMA "CURTA PINHAIS" - FESTCINE 11º Encontro de Cinema Negro Brasil, África e Caribe Zózimo Bulbu 2018 29º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo - Premiação: Favoritos do Público 3° Edição do Cine Tamoio - Festival de Cinema de São Gonçalo-RJ VII Mostra Internacional Audiovisual Curta o Gênero, edição 2018 11º Espejos y Espejismos - Muestra de Cine Africano en Argentina 2018 VI Festival de Cinema de Itu - hors concours - 2018 15ª Edição do Festival de Cinema do Vale do Ivinhema MOSTRA X: Brazilian Films Festival - Consciência Social (EUA e Brasil) 2019 Mostra Sesc de Cinema 2019

Cartas do desterro

Cartas do desterro

Um curta-metragem de Coraci Ruiz e Julio Matos. Oksana é armena nascida no Arzebajão, de onde foi expulsa aos 14 anos, quando a União Soviética se desmantelou e a perseguição ao seu povo começou; Salamu é saharaui, mas sua família fugiu do Sahara Ocidental por causa da invasão marroquina em 1975, e assim ele nasceu nos campos de refugiados de Tindouf, na Argélia. Ambos vivem em Londres, cidade que abriga milhares de imigrantes e refugiados de diversas partes do mundo. Neste filme, foram convidados a escreverem cartas contando a sua história. FICHA TÉCNICA Direção: Coraci Ruiz e Julio Matos Fotografia e Montagem: Coraci Ruiz Som Direto e Finalização:Julio Matos Assistência de Produção: Martina Piazza e Marcelo Félix Trilha Sonora Original: Thiago da Costa Berhndt Arte do Cartaz: Jaqueline Fernandes PRÊMIOS E EXIBIÇÕES Feverestival 2015 - Campinas, SP
Cine Tornado - Curitiba, PR
9a. Mostra Curta Audiovisual - Campinas, SP
10a. Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo - todas as capitais do Brasil
10º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro - João Pessoa, PB
Aljazeera International Documentary Film Festival
Parada de Cinema - Teresina, PI
International Film Festival Human District - Sérvia
International Open Film Festival - NY
II Mostra Curta Pará de Cinema - Belém, PA
MOSTRA SÃO LUIZ DE FILMES DE CURTA-METRAGEM BRASILEIROS - Fortaleza, CE Prêmio: Festival de Audiovisual de Belém 2015 - Menção Honrosa - Documentário Social

Esquerda em Transe

Esquerda em Transe

Documentário de longa-metragem dirigido por Renato Tapajós, 2018 Depois de quatorze anos governando o país, o maior partido de esquerda brasileiro foi arrancado do poder em 2016, num processo de impeachment considerado por muitos um "golpe de estado branco". O processo atingiu em cheio os partidos e movimentos sociais de esquerda e os colocaram na linha de fogo do conservadorismo. E agora? Como vão se colocar estes grupos a partir deste momento? O que estão pensando e escrevendo os intelectuais e artistas? Esquerda em Transe é uma ópera cinematográfica, uma versão musical dos acontecimentos que abalaram o país e a esquerda em 2016. FICHA TÉCNICA Dirigido por Renato Tapajós
Produzido por Coraci Ruiz, Hidalgo Romero e Julio Matos Produção Executiva: Julio Matos e Marcelo Félix
Direção de Fotografia: Coraci Ruiz
Montagem e Roteiro: Hidalgo Romero
Trilha Sonora e Edição Musical: Embolex (Fernão Ciampa, Érico Theobaldo, Pedro Angeli e Rafael Cerqueira)
Colaboração Criativa: Marema Valadão
Direção de Produção, Som Direto e Coordenação de Finalização: Julio Matos
Produção de Base: Marcelo Félix
Produção de Campo: Alexandre Machado
Pesquisa Iconográfica: Isabela Moura
Design Gráfico: Arthur Amaral
Assistência de Montagem: Lucas Reitano
Estagiária de Produção: Bruna Schroeder e Ana Luíza Fretta Barros
Colorista: Isabela Moura
Desenho de Som e Mixagem: Olívia Fiusa
Preparação de ator: Jesser de Souza
Arte do cartaz: Paulo Ito Entrevistados: Guilherme Boulos, Marilena Chauí, João Pedro Stédile, Boaventura de Souza Santos, Lira Alli, Nataly Santiago, Tiago Pará, Renan Santos. PRÊMIOS E EXIBIÇÕES 39 Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano Brésil au Mouvments 2018

Rio Verdadeiro

Rio Verdadeiro

Rio Verdadeiro é um vídeo diário que percorre toda a extensão, da nascente à foz, do rio mais importante do estado de São Paulo: o Rio Tietê. O olhar busca estórias esquecidas e testemunhos de pessoas que nasceram e viveram a beira deste imenso rio. É uma viagem na história através da poesia visual. FICHA TÉCNICA Direção, Fotografia e Montagem - Hidalgo Romero Direção de Produção - Marcelo Félix Finalização de Imagem - Julio Matos Desenho de som e mixagem - Olívia Fiuza Trilha Sonora - João Arruda PRÊMIOS E EXIBIÇÕES 10a. Mostra Curta Audiovisual Campinas Cine Cosmo - Terceiro colocado Ecocine - Brasil 2016 - Melhor Documentário 2º Cine.Ema Mostra Sesc de Cinema Paulista FECIN 2017 - Menção Honrosa

O fim do esquecimento

O fim do esquecimento

O filme procura personagens que participaram do Tribunal de Tiradentes e outros que se destacaram na luta pelos Direitos Humanos, para retomar a questão da Doutrina de Segurança Nacional, depois de três décadas. Investiga os resquícios daquela doutrina nos dias de hoje, aborda a tentativa das classes dominantes de, depois que os militares saíram do poder, promover o esquecimento dos graves fatos ocorridos durante a ditadura e constata que, finalmente, o esquecimento está sendo combatido por diversas instituições e pessoas, sobretudo pelos jovens. FICHA TÉCNICA DIREÇÃO: Renato Tapajós ASSISTENTE DE DIREÇÃO: Marema Valadão DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Coraci Ruiz SOM DIRETO, DESENHO DE SOM E MIXAGEM: Ricardo Zollner PRODUTOR EXECUTIVO E DIRETOR DE PRODUÇÃO: Hidalgo Romero PRODUTORA: Thaís de Souza MONTAGEM: André Francioli MÚSICA ORIGINAL: Marcelo Onofri DESIGN GRÁFICO: Arthur Amaral PRÊMIOS E EXIBIÇÕES Premiére Mundial - Festival É Tudo Verdade 2013 Brésil en Mouvements - Paris 18º Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM 2014) 4° ARGENTINA FICiP (Festival Internacional de Cine Político) Brasile in Movimenti à l’Università di Modena Reggio Emilia LampedusaInFestival, Itália FEST’AFILM - Le festival du film lusophone et francophone de Montpellier, França Cine Direitos Humanos - Ciclo Memória, Verdade e Justiça - Espaço Itaú de Cinema do Shopping Frei Caneca

Engarrafados

Engarrafados

Um táxi pelas ruas de São Paulo. Seis pessoas de diferentes partes da cidade entram no carro e conversam com o motorista sobre os mais inusitados assuntos. Engarrafados é um “road documentário” urbano que revela a poesia escondida na paisagem e nos habitants da cidade de São Paulo. FICHA TÉCNICA DIREÇÃO: Luiza Fagá PRODUÇÃO EXECUTIVA: Marina Weis e Thais Souza DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Hidalgo Romero DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Coraci Ruiz e Júlio Matos SOM DIRETO: Júlio Matos MONTAGEM: Marina Weis DESENHO DE SOM E MIXAGEM: Beto Ferraz TRILHA SONORA: Guitarra Igor Prado, Tamborim e Cavaquinho Edu de Maria ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO: Hidalgo Romero CÂMERA: Coraci Ruiz DESENVOLVIMENTO DE TRAQUITANAS: Júlio Matos PRODUÇÃO DE BASE: Danielle Almeida ASSISTÊNCIA DE PRODUÇÃO: Reginaldo Lobo (Charada) FOTOS STILL: Roberto Andrusievicz Júnior COLORISTA: Eduardo De Andrea (Kito) DESENHO GRÁFICO: Renan Aguiar – estudioludens.com.br ANIMAÇÃO: Leonardo Ferrari COORDENAÇÃO DE PESQUISA: Hidalgo Romero PESQUISA: Leandro Muniz, Beatriz Santos, Caio Camargo, Juliana Cavalcanti e Anderson Castilho da Silva CONSULTORIA DE ÁUDIO: Júlio Mauro MOTORISTAS: José Solimar Moura e Ricardo Dell Arciprete ESTRELANDO: Marcos Ribeiro Luz, o taxista Prêmios
Menção Honrosa na 37a. Jornada Internacional de Cinema da Bahia
Menção Honrosa no I Festival Théo Brandão de Fotografias e Filmes Etnográficos.

O rosto no espelho

O rosto no espelho

Um documentário que investiga a relação entre os movimentos culturais de hoje e a transformação social, revelando um Brasil profundo e multicultural, geralmente ignorado pela mídia e preconceituosamente esquecido pela cultura dominante. A viagem pessoal do documentarista que se surpreende com a força nascente das comunidades índias, negras e caboclas, que reconstroem suas identidades e se reapoderam de suas vozes. FICHA TÉCNICA ROTEIRO E DIREÇÃO: Renato Tapajós DIRETORA ASSISTENTE: Marema Valadão PRODUÇÃO EXECUTIVA: Hidalgo Romero e Thaís Souza DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Rodolfo Figueiredo MONTAGEM: André Francioli DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Hidalgo Romero SOM DIRETO: Julio Mauro e Paulo Seabra TRILHA SONORA: DJ Dolores DIREÇÃO E PRODUÇÃO DA SEGUNDA EQUIPE: Hidalgo Romero e Julio Matos DESENHO DE SOM E MIXAGEM: Guile Martins PRÊMIOS E EXIBIÇÕES 37 Jornada de Cinema da Bahia - MELHOR DOCUMENTÁRIO LONGA METRAGEM